Presidente da Goiás Turismo comanda reunião entre Fornatur e Abear

Fabrício Amaral, vice-presidente do Fórum dos Secretários de Turismo, destaca a necessidade dos dirigentes do setor trabalharem unidos, e em parceria com segmentos, como o aéreo, para conquistar benefícios e conseguir sair da crise criada pela pandemia do novo coronavírus

Os acordos tributários estaduais foram o tema da reunião do Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo com a Associação Brasileira das Empresas Aéreas. O encontro on-line nesta terça-feira (23/02), foi aberto pelos presidentes do Fornatur, Bruno Wendling, e da Abear, Eduardo Sanovicz. Wendling incentivou os estados a trabalharem de forma integrada para obter resultados para o setor aéreo.

Sanovicz falou sobre os impactos da pandemia, segundo ele agravados pela falta de apoio do governo federal às empresas aéreas, do desalinhamento do ambiente jurídico brasileiro com o internacional, do peso do combustível na composição do preço da passagem. Para ele, a retomada só virá a partir da vacinação em massa, da garantia da manutenção dos acordos de redução do ICMS com os estados e com o retorno às atividades dos segmentos corporativos e de eventos. Graziela Carvalho, representando uma companhia aérea, fez uma exposição sobre o histórico do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços e sua incidência sobre o preço do querosene de aviação.  

Fabrício Amaral, vice-presidente do Fornatur, que assumiu o comando da reunião quando o presidente da entidade precisou se ausentar, afirmou aos participantes de 22 estados brasileiros que “precisamos dar as mãos não só para a aviação civil, mas a todo o cenário econômico-social do Turismo, articular em conjunto para aprovar medidas importantes para o setor”. O presidente da Goiás Turismo pediu para a Abear formalizar suas demandas para o Fornatur e destacou a importância dos dirigentes de Turismo estarem próximos ao Legislativo, para conseguir apoio às suas necessidades. Para Fabrício “é importantíssimo fazer um `lobby do bem` junto ao Confaz, criar uma pauta positiva e contínua”.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.