Vacinação em massa é primordial para recuperação do Turismo

Alerta está no III Boletim divulgado pelo Observatório da Goiás Turismo. Estudo também traz dados sobre retomada do setor em Goiás.

O  III Boletim "Panorama da Retomada do Turismo em Goiás", divulgado pelo Observatório da Goiás Turismo, informa a diminuição de 74% nas chegadas mundiais de viagens e uma perda de receitas de U$1,3 trilhão no mundo. Segundo a Organização Mundial de Turismo (OMT), entre 100 e 120 mil empregos foram colocados em risco no setor, em todo o planeta. 

A maioria dos especialistas acredita que o turismo mundial só deve chegar aos níveis de 2019 a partir de 2024.  Na lista dos cinco fatores avaliados para que o Turismo possa retomar as atividades estão: o ritmo de vacinação e a conquista progressiva de imunidade em massa; o alívio de restrições de fronteiras e mecanismos de testagem e facilitação de viagens; a restauração da confiança dos consumidores; a coordenação entre os países sobre procedimentos de viagens; e o progresso da economia mundial em 2021.

 
Segurança Sanitária

O Boletim traz, ainda, o recorte das pesquisas, realizadas em 2020 nas dez regiões turísticas do Estado, com o objetivo de discutir a relevância para os viajantes, no que se refere às medidas de segurança sanitária adotadas pelos destinos turísticos. O resultado mostra a preocupação latente do turista em relação aos protocolos. 

A pesquisa ouviu os turistas sobre os seguintes indicadores: situação de saúde controlada na região, parques, museus, trilhas, cachoeiras, praias e comunidade adotando restrições de acesso para evitar aglomerações; mercado turístico (meios de hospedagem, bares, restaurantes, atrativos, meios de transportes, guias) adotando critérios e protocolos indicados pelos órgãos públicos; uso de sistemas tecnológicos e de informação para o combate à pandemia; barreiras sanitárias nas principais entradas da cidade para controle e orientação ao visitante; e sistema de saúde com suficiente capacidade de leitos, testes e respiradores. A partir da avaliação dos respondentes e dos resultados da pesquisa, a constatação é de que as respostas “importante” e “muito importante” são as que se sobressaem. 

 
IBGE

O III Boletim do Observatório do Turismo também apresenta dados da Pesquisa Mensal de Serviços, do IBGE, no mês de dezembro de 2020. O Índice de Atividades Turísticas em Goiás cresceu 4,4% em comparação a novembro. O resultado representa a oitava taxa positiva seguida, enquanto o índice nacional ficou estável.
 
O documento alerta para a importância do Turismo para a economia e para o futuro dos países,  a partir da fala do secretário geral da OMT, Zurab Pololikashvili: “Em todo o mundo, em países com todos os níveis de desenvolvimento, muitos milhões de empregos e negócios dependem de um setor de turismo forte e próspero. O turismo também tem sido uma força motriz na proteção do patrimônio natural e cultural, preservando-os para as gerações futuras desfrutarem". 

Acesse todos os dados da pesquisa

 

CLIQUE NA IMAGEM /  Agência Estadual de Turismo (Goiás Turismo) - Governo de Goiás

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.