Casa do Turismo 10.10.2018
Vai ser inaugurada nos próximos dias, a Casa do Turismo de Goiás. A entrada fica na Rua 30, no Centro, bem em frente ao Centro de Cultura e Convenções de Goiânia, e ocupa todo o quarteirão: avenidas Tocantins e Paranaíba e a Rua 4. Foram investidos R$ 2,047 milhões na reconstrução do prédio. A obra começou em 15 de dezembro de 2017 e foi preciso refazer grande parte do imóvel. O principal objetivo da Casa do Turismo, segundo Leandro Garcia, presidente da Goiás Turismo, é consolidar em um só espaço todas as experiências que o viajante possa buscar no Estado. O prédio em si, por seu estilo arquitetônico e pelos serviços oferecidos, tem tudo para se tornar uma atração. O fato de agregar uma série de utilidades em uma edificação histórica será um diferencial. A Casa, que passa a ser o lar do Turismo goiano, vai abrigar cinco tipos de experiências.

Assim que entrar na construção em estilo Art Déco da Casa do Turismo no Centro de Goiânia e passar pela recepção, o visitante vai começar a viver uma nova experiência. O perfume de comidas e ingredientes bem goianos vai atrai para a área de alimentação, onde lanchonetes e bares servirão comidas típicas, como pamonha e empadão, em mesas instaladas na parte externa do prédio, contando inclusive com um palco para apresentação de artistas, palestras e aulas-show, garantindo as Experiências Gastronômicas. Serão seis restaurantes e afins funcionando no local, dando destaque à nossa culinária, e ainda promovendo e qualificando o profissional goiano.

A parte de Experiências Empresariais vai oferecer diversos serviços que o visitante pode precisar, reunidos. Empresas de viagens, operadores, agentesCasa do Turismo - interna receptivos e locadoras de veículos vão estar na Casa do Turismo. Ainda estão sendo estudas algumas possibilidades que facilitam a vida do turista, como a instalação de caixas eletrônicos e lotérica, além de emissão de passaportes. Lojas de artesanato, presentes e lembranças de Goiás também vão funcionar no térreo, perto do guichê de atendimento ao público.

Sala para mapas, projeções de filmes e vídeos e exposições de fotos, tudo com foco nas belezas naturais de Goiás, vão compor as Experiências na Natureza. Isso inclui os Parques estaduais, o ecoturismo e produtos criados pela Goiás Turismo, como o Caminho de Cora Coralina. O visitante da Casa do Turismo vai encontrar informações sobre esse tipo de passeio em diferentes cidades do Estado e já vai conhecendo a sensação de estar em meio ao Cerrado, em uma trilha, cachoeira ou rio. No Centro de Atendimento, o CAT, o turista poderá começar a ensaiar a viagem pelo Estado e terá acesso à comercialização dos destinos.

Subindo as escadas, o convidado conhecerá as Experiências Culturais, iniciando pelo Memorial do Turismo. Nas paredes, mapas com informações turísticas, quadros e exposição de fotografias de eventos que chamam a atenção e atraem visitantes para Goiás, como a Catira, as Congadas, a Procissão do Fogaréu e as Cavalhadas. Uma sala está destinada à Academia Goianiense de Letras e haverá um miniauditório para cursos de capacitação e palestras. No andar superior vai funcionar também a administração da Goiás Turismo, onde haverá ainda uma cozinha, com refeitório e sala de convivência, sala para arquivo, sala de apoio administrativo e uma área de descanso e lazer, com televisão e pufes.

Nas Experiências Criativas, teremos o Centro de Tecnologia e Informações do Turismo, com o objetivo de aumentar a competitividade dos destinos turísticos de Goiás, através da produção de vídeos, áudios, site, aplicativos, fotos e computação gráfica. Observatório do Turismo, Cadastur, Regionalização, Sala do Servidor de Informática, Desenvolvimento de Web, Gerência de Projetos e a área de Comunicação, Marketing e TI, com ilha de edição e produção de áudio e vídeo da agência de Turismo de Goiás serão transferidos para o novo prédio. Tem espaço reservado para as entidades do Trade Turístico de Goiás, sala de auxílio empresarial, sala multiuso e de reuniões comum ao Trade e à Goiás Turismo.

Os espaços para comerciantes vão ser ocupados por meio de concessão. Haverá estacionamento na Casa do Turismo com vagas prioritárias. Uma Ala da PM foi inaugurada no final de agosto e é notável a diferença na configuração do Centro da capital, com a população se sentindo mais segura para circular, inclusive à noite. O espaço cedido ao 38º Batalhão da Polícia Militar ocupa cerca de 35% da estrutura física da Casa do Turismo e custou em torno de R$ 700 mil.

Desafio vencido
Leandro Garcia - fotoLeandro Garcia assumiu, em 2015, o desafio de construir a Casa do Turismo de Goiás. Conseguiu, junto ao Governo do Estado, a cessão do local, trabalhou pela criação do projeto arquitetônico e não mediu esforços para viabilizar a sua execução. O presidente da Goiás Turismo lutou para dar vida à Casa e buscou verba para concretizar a obra em um prédio abandonado há anos, que estava sendo usado por usuários de drogas e ladrões como mocó. A reforma, que exigiu reparos na estrutura e adequação do prédio, fica pronta nos próximos dias e, como destaca Leandro, vai ajudar a compor o conjunto da capital Art Déco, valorizando o estilo e resgatando o Centro de Goiânia.

“É uma grande felicidade tanto para a ABIH-Goiás quanto para o Cetur-Goiás, as duas entidades que eu presido, receber a Casa do Turismo, que tanto vai enobrecer o Centro de Goiânia quanto será referência para o Estado de Goiás, afirma Vanessa Pires Morales, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis. De acordo com Vanessa, “o Turismo do Estado ganha com a chegada da Casa do Turismo, que vai ser um centro de informações, de atendimento ao turista, um laboratório para o turismo e um local onde vai ser contemplada a união do Trade Turístico do Estado de Goiás, que é uma referência a nível nacional e vai ter seu espaço lá, então a gente fica muito feliz com essa conquista.”

Uma portaria da Goiás Turismo institui a Casa do Turismo e assegura o uso do prédio de acordo com as atribuições e objetivos fixados a partir da concepção da obra. Ou seja, apoiar cidadão e o turista, ser uma vitrine da cultura e da memória do Turismo no Estado e dar suporte às entidades do Trade Turístico goiano. Para Fernanda Cury, presidente do Goiânia Convention & Visitors Bureau, “a Casa do Turismo vem realmente para agregar, é um ponto de apoio e referência para todos nós dentro do Trade”. Ela acredita que a obra fortalece a imagem do Convention, valoriza as entidades, reafirma a parceria com a Goiás Turismo e tem um espaço para atender o turista e os parceiros, o que fomenta o turismo, engrandecendo toda a cadeia.